Erros que podem ser evitados antes da preparação do concurso

Existem vários erros a que estão sujeitas as pessoas interessadas em conquistar uma vaga de trabalho através dos concursos públicos. Algumas falhas básicas podem envolver esquecer os documentos necessários para apresentar no momento da prova até deixar para estudar todo o conteúdo faltando pouquíssimos dias para a realização do concurso. Por isso, confira algumas dicas para evitar alguns erros que podem comprometer toda a sua preparação para as provas:

Isso acontece em todas as idades. Com os jovens que estão em busca de uma vaga em uma universidade ou com os adultos que estão ansiosos por uma vaga como funcionário público. Por isso, todo cuidado é necessário para evitar que uma tragédia como esquecer um documento com foto ou algum item obrigatório na hora de prestar o concurso. De acordo com os professores de cursinhos preparatórios, esse é um erro clássico. Uma alternativa é elaborar uma lista do que é necessário levar no dia da prova e checar tudo na véspera e pouco antes de sair da sua casa para prestar o exame.

Estresse precisa ser evitado

Todo mundo vive estressado hoje em dia. E, talvez, esse seja um dos motivos pelos quais você quer uma vaga pública de trabalho e está a fim de abrir mão do seu atual emprego. Mas, o concurseiro precisa ter noção de quando precisa se libertar dos estudos e viver um pouco socialmente: sair com os amigos, se divertir, encontrar os familiares, fazer um esporte, ler um livro, assistir um filme, etc. E um dos efeitos colaterais de toda essa tensão é a frustração. Quem fica muito estressado pode desanimar consideravelmente dos estudos e abandonar a preparação no meio do caminho.

Por isso, faça sempre um intervalo durante os seus estudos. Normalmente, a cada 60 minutos de concentração, pare e respire por uns dez minutos antes de voltar aos livros.

É muito comum que as pessoas que se inscrevem em um cursinho de preparação para vestibular ou mesmo concurso público cometam o mesmo erro: achar que o cursinho faz tudo. No entanto, o candidato necessita estudar em casa e se preparar fora do ambiente de aula. Na maioria das vezes, é essa preparação individual que faz a maior diferença e pesa mais para a aprovação.

Ignorar uma matéria, simplesmente, porque é mais complicada de estudar não pode ser algo levado em consideração por nenhum candidato. Afinal, todas as matérias são essenciais e zerar uma, o que significa errar todas as questões de uma disciplina, em diversos concursos pode acabar com a eliminação do estudante daquele processo seletivo. Na verdade, o candidato deve dar mais prioridade para as matérias que mais tem dificuldade. Afinal, cada erro ou dúvida sua ao longo de uma prova pode representar uma chance a menos de conquistar o emprego dos seus sonhos.

Mais um erro que diversos concurseiros cometem: se inscrever em concursos públicos de nível médio, pois acham que são mais fáceis. Normalmente, as provas com vagas de trabalho para nível médio são realmente mais simples que os testes destinados aos níveis universitários. Mesmo assim, o índice de inscritos sempre é muito superior, o que faz com que a concorrência e a dificuldade da prova aumentem drasticamente. Esse é um erro clássico apontado pelos especialistas. Por isso, analise bem o edital antes de fazer a sua inscrição e começar a sua preparação para cada concurso público.